O que significa LGBTQIA+? Entenda o que cada letra representa

O mês de junho marca o #OrgulhoDeSer e a luta por equidade da comunidade LGBTQIA+. Aliás, você já deve ter ouvido falar muitas vezes dessa sigla, não é? Mas você sabe o que cada letra significa?  

Por trás de cada uma, existe uma pessoa, uma história, várias vivências e uma busca constante por mais respeito. A causa LGBTQIA+ busca por mais afirmação e visibilidade durante todos os dias do ano. E antes de detalhar o que cada letra representa, é importante definirmos o que a sigla reúne.  

O que significa LGBTQIA+? 

Primeiramente, a sigla LGBTQIA+ se refere às orientações sexuais (ou seja, por quem cada pessoa se sente atraída sexual ou afetivamente) e também por identidade de gênero (como a pessoa se identifica). Agora sim, vamos juntos aprender o que cada letra significa?  

L: lésbica 

A primeira letra da sigla é destinada a orientação de mulheres que se relacionam afetivamente com outras mulheres.  

 

G: gays  

Assim como a letra anterior, essa também representa a orientação sexual, porém, de homens que sentem atração ou afeto por outros homens.  

 

B: bissexual 

A terceira letra da sigla do movimento também diz respeito à orientação sexual, se referindo a mulheres e homens que se sentem atraídos por ambos os sexos.  

 

T: transexual e travesti 

Diferente das outras, essa letra carrega o conceito de identidade de gênero. Pessoas transexuais não se identificam com o gênero biológico que nasceram. Já as travestis se identificam como mulheres trans. Aqui, é importante respeitar o pronome que a pessoa prefere ser identificada (ou seja, ela/ele, o/a).  

 

Q: queer 

O termo “queer” é inglês e é usado para se referir a pessoas que não se identificam totalmente nem como mulher nem como homem. É uma definição mais fluida, com características ditas e masculinas. Além disso, elas também não possuem orientação sexual definida.  

 

I: intersexualidade 

Esta letra na sigla representa as pessoas que nascem com anatomia reprodutiva ou sexual e/ou um padrão de cromossomos que não podem ser classificados como tipicamente masculinos ou feminino. Também pode ser utilizado o termo intersex. 

 

A: assexual 

A última letra é designada a pessoas que não sentem atração sexual, porém, isso não significa que elas não possam desenvolver sentimento afetivo por outras pessoas.  

 

+: outras orientações sexuais e identidades de gênero 

O símbolo de soma no final da sigla corresponde a uma tentativa de incluir novas identidades ou orientações que possam surgir ou que não se sentem representadas pelas outras letras. Além disso, a sigla pode também aparecer com outras letras, como por exemplo P e N, explicadas abaixo:  

P: pansexual 

Pessoas que desenvolvem atração física, amor e desejo sexual por outras pessoas independente de sua identidade de gênero ou sexo biológico. 

N: não binárias 

Pessoas que não se percebem como pertencentes a um gênero exclusivamente, ou seja, sua identidade de gênero e expressão de gênero não são limitadas ao masculino e feminino.  

Mais do que conhecer a sigla, o que realmente importa é respeitar a individualidade de todas as pessoas. Entender a realidade do outro  nos aproxima e faz com que valorizemos a vida de cada pessoa. Juntes podemos construir uma sociedade mais justa e com #OrgulhoDeSerTodosOsEstilos. Aproveite para conhecer mais iniciativas inclusivas da Renner, confira aqui!